Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, o registo e a recolha de dados estatísticos.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pelo nosso website. Ao navegar com os cookies ativos consente a sua utilização.

X
Crónica: A Voz do Cigano – Culinária Cigana

26/08/2020

Na cultura cigana cozinhar é muito especial, sendo que os ingredientes e os pratos que são confecionados estão diretamente ligados a cada região ou país, embora existam alguns pratos tipicamente ciganos.

 

Em alturas do ano mais festivas, são confecionados pratos tradicionais por quase todos os ciganos da Europa, principalmente em Espanha e Portugal.

 

Na Beira Baixa e Alentejo, existem várias tradições culinárias, que ainda hoje prevalecem entre os ciganos.

 

Por exemplo, num casamento, nunca pode faltar o “borrego à casamento”, que é confecionado com borrego estufado, acompanhado por batatas, cenouras e feijão verde.

 

Também na Páscoa e Natal, são confecionados vários pratos típicos.

 

Na época natalícia, o dia 23 de dezembro é comemorado como o dia da mulher cigana, sendo tradição os homens servirem às mulheres vários petiscos e bebidas, depois de o casal em conjunto, terem frito os famosos “pestins” (doce típico cigano, semelhante às filhoses) com muito açúcar, canela, várias especiarias e bebida de anis.

 

Na véspera de Natal é confecionado o “feijão do Natal ou feijão do guizo”, sendo este prato preparado com feijão manteiga, cozido em panelas de ferro com uma cebola inteira cravejada de cravos de cabecinha. À parte, frita-se numa sertã uma cebola às rodelas fininhas com algumas especiarias, à qual se junta por fim o feijão previamente cozido. Este prato leva também vinagre e bacalhau desfiado.

 

Ainda para o dia 24 de dezembro é também confecionado o típico bacalhau com couves, diferindo do tradicional português por levar bastante alho picado, picles e ovos cozidos, tudo alagado em azeite, acompanhado de bacalhau frito com farinha e ovos.

 

Já no dia 26 de dezembro não pode faltar o grão cozido com galinha.



Existem ainda outros pratos confecionados no dia a dia, como por exemplo:

 

  • Arroz com funchos, erva doce e galinha cozida.
  • Sopa de feijão com funchos e erva doce.
  • Sopa de feijão com beldroegas.
  • Sopa de agrião com ovos escalfados.
  • Arroz de lebre, tipo cabidela.
  • Sardinhas assadas com pimentos e tomates assados, com bastante alho e azeite, acompanhadas de batatas novas cozidas com casca.
  • Ovos mexidos com espargos silvestres.
  • Tortilhas diversas, em especial de espargos silvestres.
  • “Favas à pastagem”, favas guisadas com bacon, chouriço, toucinho fumado e algumas especiarias incluindo coentros.

 

Entre outros pratos igualmente saborosos…

 

“Joaquim Rosendo, Mediador Municipal e Intercultural”

 

Crónica do projeto InterCOOLturas - Mediadores Municipais e Interculturais (POISE-03-4233-FSE-000036) promovido pela Câmara Municipal de Castelo Branco em parceria com a Amato Lusitano – Associação de Desenvolvimento com o objetivo de apresentar de uma forma simplista as diferentes áreas que compõem o quotidiano do povo cigano e também algumas curiosidades.

Newsletter Amato Lusitano - Associação de Desenvolvimento
Receba em 1ª mão todas as novidades!